POÇOS É JAZZ FESTIVAL ENCERRA COM SUCESSO E PREPARA-SE PARA 2018

Com um bom movimento de público, alunos e amantes da boa música, o Poços é Jazz Festival 2016 encerrou-se no último domingo com grande sucesso. A proposta do festival que mescla literatura e jazz agradou os participantes e visitantes que puderam apreciar mesas de debates literários com escritores e músicos até oficinas e exposições. A programação começou com o Encontro de Baixistas ToqueMaisBaixo, promovido pelo baixista Raphael Du Valle, que conseguiu trazer um grande público de alunos que além de conhecer novas técnicas, tiveram o privilégio de estar em contato com renomados baixistas como Filipe Marks e Felipe Andreoli (do grupo Angra). Os bateristas também tiveram sua vez na oficina de Bateria com o músico Eduardo Sueitt que agradou os aficionados pelo instrumento. A programação contou ainda com apresentações dos grupos Bruno Felix e Voodoo Kings e com a jazz band, Mafiosa Jazz Club. Ao longo do domingo, o Festival contou com apresentação do Duo Bossa In Jazz de Raphael Du Valle e Rodrigo Mendonça que agitaram os músicos para uma grande Jam coletiva de Jazz. “Foi sensacional, disse Raphael Du Valle, fiquei muito feliz com a oportunidade e com o evento. Temos muita coisa boa para fazer para as próximas edições”, enfatiza ele. O Poços é Jazz Festival foi encerrado no final da tarde de domingo com a apresentação do CineJazz com Jesuane Salvador. “Ficamos muito contentes com o resultado do evento, conta Gisele Ferreira da GSC Eventos, embora sem nenhum tipo de apoio financeiro para a realização do Festival, ele aconteceu com muito sucesso. As parcerias e apoios de várias entidades e amigos foram fundamentais para a viabilização do projeto. Por isso, quero agradecer em especial, aos amigos Eduardo e Dani Alvisi, Andresa Vaz, Raphael Du Valle e Rodrigo Mendonça, Alex Morais, que fizeram toda a diferença”. O Festival Poços é Jazz, comprova mais uma vez que o jazz realmente, está na história e na cultura da cidade, por isso, grandes parcerias e muitas novidades já começam a ser preparadas para a edição 2017 que tem data marcada  para os dias 1 e 2 de julho. A organização do Poços É Jazz, que já realiza um dos maiores festivais literários do Brasil, o Flipoços, buscou na história da cidade esta importante ligação que consagra Poços de Caldas, não só como uma cidade literária, mas também agora, a cidade do jazz. O Poços é Jazz Festival é uma realização da GSC Eventos Especiais e contou com o apoio cultural do Bar Taberna Old Time, Habro Music, Ampliart, Escola de Baixo ToqueMaisBaixo, Tertúlia Artesanato, Ação Reciclar, Prefeitura Municipal e Secult.